15/12 7:30

Em dois anos, Governo do Maranhão aumenta em mais de 180% número de internos inscritos no Enem PPL

Internos participam dos aulões que preparam para o ENEM PPL 2019

Os esforços em educação prisional, realizados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), resultaram no aumento de mais de 180% no quantitativo de internos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem-PPL) em 2019, quando comparado com 2017.

As provas foram realizadas nos dias 10 e 11 de dezembro, com a adesão de 947 custodiados que prestaram o exame. O número representa um acréscimo exato de 187,8% no quantitativo de inscritos em relação a 2017, quando 329 internos estavam aptos às provas. Ano passado, foram 834 detentos inscritos no certame. O Enem PPL marca a possibilidade de mudança de vida e de perspectivas por meio da educação de pessoas presas.

“Conseguir prestar o exame é mais uma oportunidade que os internos possuem de ressocialização, além de terem crescimento educacional, eles têm uma sólida oportunidade de mudança de vida e de perspectivas”, afirma o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Murilo Andrade.

Professor acompanha e tira dúvidas de aluno durante aula

Além disso, houve adesão de 39 unidades prisionais da capital e do interior do estado e, também, de mais 6 Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac’s), totalizando 45 estabelecimentos. Sendo que, em São Luís, todas as unidades participaram da aplicação da prova.

A preparação para as provas dos internos contou com a realização de aulões e aplicação de simulados. Foram cinco meses, assistindo a duas aulas por semana para que eles estivessem preparados para responder as quatro provas objetivas com 45 questões de múltipla escolha e a redação.

As aulas incluem, ainda, palestras motivacionais, testes de vocação e língua estrangeira de inglês ou espanhol. Os professores são cedidos através de parceria da Seap com a Secretaria de Educação (Seduc) e o Instituto Federal do Maranhão (Ifma), que lecionam em 30 salas de aulas existentes nas unidades penitenciárias do estado.

Internos realizam simulado preparatório para prova do Enem 2019

O resultado do empenho e dedicação do corpo educacional e dos reeducandos são comprovados pelo nível de desempenho nas provas. No ano passadio, dos 834 custodiados que fizeram a prova, 431 obtiveram a nota de corte do Enem e, destes, 23 conseguiram a aprovação para cursar, de forma presencial, o Ensino superior.

A nota obtida no Enem possibilita ainda que o candidato ingresse no Ensino Superior através de programas como Universidade Para Todos (ProUni), Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Financiamento Estudantil (Fies).

Texto: Camilla Andrade

Fotos: Clayton Monteles

Contatos

contatos

GERAL

Fone: (98) 99101.5131

Localização

localização