21/06 8:00

Recuperandos das APAC´s de Bacabal e Itapecuru iniciam a produção de 90 mil máscaras de proteção

Recuperandos da APAC de Bacabal são beneficiados com o projeto

Recuperandos das Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC´s) de Itapecuru-Mirim e Bacabal iniciaram a produção de 90 mil máscaras de proteção feitas de TNT. Após atingirem a meta, eles começam a confeccionar os fardamentos dos presos do sistema prisional do Maranhão.

A ação é resultado do projeto Além das Fronteiras – Humanizar a pena, promover a vida’, cofinanciado pela União Europeia. Entre os parceiros para a efetivação do projeto estão a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Poder Judiciário, a Associação Voluntários para o Serviço Internacional (AVSI-Brasil) e a Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC).

Com o apoio financeiro da União Europeia, serão destinados R$ 350 mil em recursos para 23 Apac’s, sendo 21 delas no estado de Minas Gerais. Todo o material produzido pelos reeducandos será doado às comunidades carentes e instituições sociais e filantrópicas.

Ao todo, 46 reeducandos das APAC´s de Itapecuru e Bacabal estão inseridos nas ações para produção das máscaras de proteção. Em cada Apac, foi instalada uma malharia, onde trabalham na produção 23 recuperandos, que possuem a meta de confeccionar 500 máscaras por dia.

Máscaras de proteção serão doadas para entidades sociais de Itapecuru

“Abraçamos com muita satisfação esse projeto, que possui duas causas imprescindíveis para os recuperandos, tanto de oportunidade à profissionalização por meio do trabalho, como de motivação à causa social”, destaca o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Murilo Andrade de Oliveira.

Cada Apac vai receber como doação dos voluntários todo o equipamento e material para produção das máscaras, o que inclui 3 máquinas de costura, 1 máquina de corte, tecidos, elástico, tesouras e agulhas.

Com as doações, a previsão é que em Bacabal 49 instituições sejam beneficiadas, incluindo hospitais e unidades de saúde, associações beneficentes e moradores. Em Itapecuru-mirim serão 146, incluindo agremiações religiosas, voluntários e familiares dos recuperandos.

Os recuperandos realizam todo o processo de confecção. “Estamos realizando desde o corte no tecido, a costura, acabamento e finalizando com a embalagem. Trabalhar nesse projeto também é uma lição de vida e que no futuro vou poder utilizar como uma profissão”, conta Jackson Matos Pereira, recuperando da Apac de Itapecuru-Mirim.

Mais

Essa semana, internos do sistema prisional do Maranhão ultrapassaram o total de 1 milhão de máscaras de proteção produzidas. O trabalho, feito por cerca de 200 internos do Complexo Penitenciário São Luís, segue normalmente. As máscaras produzidas estão sendo doadas à população.

Contatos

contatos

GERAL

Fone: (98) 99101.5131

Localização

localização