19/03 14:47

Internas da UPFEM iniciam produção de ovos de chocolate com crescimento de mais de 300% nesta Páscoa

Serão fabricados mais de 8 mi ovos e trufas de chocoate

Com a proximidade da Semana Santa, internas da Unidade Prisional de Ressocialização Feminina (UPFEM) iniciaram a linha de produção para confecção de mais de 8 mil ovos de Páscoa e trufas de chocolate.

Nesta Páscoa, a linha de produção das internas aumentou em 325%, se comparada ao ano anterior, quando foram produzidos 2 mil ovos de chocolate e trufas. Para este ano, serão 8.500 ovos de páscoa. A meta é que cerca de 500 unidades sejam produzidas por dia para atender a demanda.

“Mais de 40 internas já realizaram o curso profissionalizante na área de doces e confeitaria, nosso objetivo é que elas sejam capacitadas e tenham no futuro uma nova profissão no mercado de trabalho”, disse o secretário Murilo Andrade, da SEAP.

A oportunidade de trabalho é dada por meio do programa 'Trabalho com Dignidade'

Os ovos estão sendo feitos por meio de cursos profissionalizantes que são ofertados pelo programa Rumo Certo, desenvolvido pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), que oferece oportunidade para que as internas possam se qualificar para o mercado de trabalho.

A principal matéria-prima da linha de produção é o chocolate e a oportunidade de capacitação para um futuro melhor. “É um aprendizado, para quando estivermos fora daqui, a gente possa trabalhar com o que aprendemos e ter o nosso próprio dinheiro”, afirmou Suelma F. S.

Todo o trabalho artesanal de confecção acontece na padaria instalada na UPFEM. Ele é feito por 27 custodiadas que trabalham tanto na produção dos ovos como na panificação. Nesta Páscoa, elas iniciaram a confecção dos ovos de colher, que é uma produção mais personalizada e que os sabores variam de recheios entre beijinho, brigadeiro e doce de leite, com mais de 250 gramas cada.

Serão fabricados mais de 8 mi ovos e trufas de chocoate

Sobre o aprendizado na padaria, Joseide R. M. disse que em liberdade pretende colocar em prática o que tem aprendido nos cursos oferecidos pela SEAP. “Aqui estamos aprendendo, e lá fora iremos colocar em prática. Muitas de nós somos mães de família e precisamos de sustento, ajudar nossa família com nosso dinheiro digno é o que eu mais quero”, contou.

“O mercado tem mudado constantemente, da mesma forma estamos aperfeiçoando as internas para que elas estejam alinhadas com as novidades na área da confeitaria”, explicou a gestora de Trabalho e Renda da SEAP, Janice Quaresma.

Os clássicos também têm sua vez. Os ovos de páscoa tradicionais pesam 250 gramas, e ainda são recheados com as trufas nos sabores: brigadeiro, beijinho, doce de leite tradicional, doce de leite de coco e cajuzinho.

Toda a produção das internas será revestida em doação para 117 instituições sociais que atendem crianças carentes na capital e estão inseridas no programa Maranhão Solidário. A doação é realizada por meio da Secretaria de Estado de Relações Institucionais (SRI).

——————————————————————————————————

Contatos

contatos

GERAL

Fone: (98) 99101.5131

Localização

localização